BMW prevê sucesso do novo modelo iX no Brasil, mas ele não será elétrico

A BMW é líder do segmento premium pelo terceiro ano consecutivo no Brasil. Em 2021 a empresa teve 14.552 unidades emplacadas, 17% a mais em relação a 2020, e um em cada três veículos de luxo emplacados no país era um BMW.

A fabricante atribui o crescimento à modernização de sua rede de concessionários. A iniciativa partiu dos próprios revendedores, fazendo com que a BMW antecipasse em um ano o plano de renovação das lojas Retail Next, que começaria apenas em 2023. A ideia é oferecer um ambiente mais aconchegante e sofisticado, sem paredes que separam as diferentes áreas de uma concessionária e com um nível de requinte que faça jus aos produtos de uma marca premium.

Novo modelo da Marca

O novo modelo nacional iX não será elétrico “É claro que a produção local precisa atender as vendas do país e a demanda do mercado, mas ainda não existem planos de fabricar um veículo elétrico no país. Nossa produção é muito flexível, mas não há nada no momento”, comenta Aksel Krieger, CEO da BMW do Brasil.

A fabricante confia no sucesso de sua gama de modelos eletrificados para manter o bom desempenho neste ano. Segundo a empresa, 90% de seu portfólio de produtos contará com pelo menos uma versão elétrica nos próximos anos. No Brasil, a BMW foi uma das primeiras marcas a lançar um carro elétrico (o i3 estreou em 2014). Agora, a empresa aposta tanto no sucesso do iX que estima que, dos 800 veículos elétricos que a marca pretende vender no Brasil em 2022, metade desse volume seja do SUV.

Deixe sue comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *